AEPSA Media Center

PREçO DA áGUA EM LISBOA VAI AUMENTAR EM 2019
31/12/2018 Jornal de Negócios Online

A partir de 1 de Janeiro de 2019 a factura da maioria dos clientes da EPAL vai aumentar, em média, 45 cêntimos por mês.


A factura da maioria dos clientes da Empresa Portuguesa de Águas Livres (EPAL), que abastece Lisboa, vai ficar mais cara no próximo ano. O novo tarifário prevê um aumento médio de 45 cêntimos por mês."Para a grande maioria dos clientes domésticos da EPAL, cerca de 85%, o novo tarifário para 2019 implica uma actualização média de 45 cêntimos por mês, para um consumo médio mensal de 8 m3 (8000 litros) e um contador de 15mm", informou a empresa em comunicado.A empresa, que é responsável pelo abastecimento directo de cerca de 350 mil clientes no concelho de Lisboa, tem vindo a aumentar os preços das tarifas nos últimos anos. A actualização para 2019 é superior ao aumento em média 43 cêntimos realizado este ano e ao de 38 cêntimos em 2018.No entanto, no mesmo comunicado, a EPAL sublinha que "tem disponível uma Tarifa Social destinada a famílias mais carenciadas, que prevê descontos que podem ir até aos 93%, e para os agregados familiares com cinco ou mais pessoas tem disponível a Tarifa Familiar da Água".A actualização dos preços da água depende do município de residência. No Porto, por exemplo, o preço da água vai descer 2% no primeiro escalão, ou seja, nos primeiros cinco metros cúbicos facturados nos consumos domésticos - a tarifa base, que ronda actualmente os 57 cêntimos por metro cúbico, vai descer para 56 cêntimos.Contas feitas, tendo em conta os cinco metros cúbicos do primeiro escalão, que agora custam 2,86 euros, mais IVA, vão passar a custar cerca de 2,80 euros, a poupança será da ordem dos seis cêntimos. De resto, mantém-se inalterada a estrutura tarifária e os preços ou tarifas pelos serviços de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais.